Como Realizar Operações no Mercado?

Após estar cadastrado e ter saldo financeiro na corretora, o investidor transmite sua ordem de compra ou venda através do home broker. A corretora lança a ordem no mega bolsa, o sistema eletrônico de negociação da Bovespa.

Para enviar uma ordem, é necessário definir alguns passos:
1. Qual o código e tipo de ação (no exemplo GOAU4).
2. Se é uma ordem de compra ou de venda. No ex. Compra
3. É  preciso informar o tamanho da ordem, que pode ser em quantidade de ações (no exemplo 10.000) ou o volume financeiro (no exemplo R$ 175.000,00). Sendo a ordem em volume financeiro, a própria corretora irá informar quantas ações o investidor estará comprando.
4. Tipo de ordem (stop, limitada, start).
5. Prazo de validade da ordem que pode ser:
– Para o Dia: é cancelada se não cumprida no dia fixado.
– Prazo Determinado: é cancelada se não cumprida no prazo especificado.
– Até Cancelar: é válida até ser executada ou cancelada.

Ao entrar com uma ordem, o investidor pode especificar diferentes datas de validade para sua permanência no sistema. Essas opções de validade são colocadas no instante da entrada da ordem ou durante a alteração da ordem.

As ofertas ficam expostas no monitor permitindo ao investidor ser avisado das modificações ocorridas no mercado para suas diversas ofertas registradas no sistema. Pode ocorrer que a cotação do ativo mude de preço, passando este a ser negociado acima do valor da ordem de compra limitada ou abaixo do valor da ordem de venda limitada, as quais ficarão parcialmente executadas e em aberto. Caso a cotação do ativo volte ao preço especificado na ordem o restante será executado..

Uma situação bastante comum é a execução parcial das ordens enviadas, que ocorre quando apenas parte da quantidade de ativos especificada na ordem é executada. Caso isso ocorra, o investidor terá que cancelar a ordem em aberto e enviar outra ordem, ou, alterar a ordem em aberto, de maneira que o restante da operação seja executada. É importante saber que caso a ordem seja alterada tendo sido parcialmente executada, ela passa a ser considerada uma nova ordem e por isso a corretagem será novamente cobrada.

“O lado humano de cada pessoa é o maior inimigo do investidor. Não é bom ficar curioso demais acerca das razões por trás dos movimentos dos preços”.

Jesse Livermore

O que é estar comprado e estar vendido?

No mercado existem estratégias para se obter ganhos com a valorização ou com a desvalorização de um ativo. Caso um investidor acredite que determinado ativo irá se valorizar, deve abrir uma posição comprada no ativo (buy to open). Para encerrar sua operação com lucro, caso tenha havido valorização do ativo ou, com prejuízo, caso tenha havido desvalorização, o investidor deverá vendê-lo para encerrar sua posição comprada no ativo (sell to close). Essa é a estratégia mais comum e mais conhecida, comprar algo esperando sua valorização.

Entretanto, existem estratégias para se obter lucro com a queda do mercado apostando na desvalorização do ativo. O investidor pode alugar ações e vendê-las no mercado (sell to open) para futuramente recomprá-las mais barato e encerrar o aluguel, lucrando a diferença entre o preço de venda e o de compra. Outra estratégia é abrir uma posição vendida (sell to open) num contrato futuro de índice. Neste caso o investidor está vendido no mercado, e caso a cotação do ativo caia, haverá lucro, mas se a cotação subir, haverá prejuízo. Para encerrar uma posição vendida no mercado e necessário realizar uma compra do ativo (buy to close). Operações no mercado futuro serão detalhadas em outros artigos.

Portanto, ao estar comprado num determinado ativo o investidor estará apostando em sua valorização, e ao estar vendido num determinado ativo o investidor estará apostando em sua desvalorização. Com exceção das operações com contratos futuros, nas quais a margem é a mesma para a compra ou para a venda, para ficar vendido em ações e outros ativos é requerido do investidor uma margem em dinheiro ou em ativos como garantia da operação, pois o risco de uma posição vendida pode ser superior ao valor do capital investido.

Suponhamos que um investidor comprou 100 ações de uma empresa por R$ 10,00 cada (abriu uma posição comprada). Caso a empresa tenha um péssimo desempenho e vá à falência, seu prejuízo máximo será de R$ 1.000,00. Entretanto, caso o investidor abra uma posição vendida nesta ação, ele estará devendo as ações. Caso a empresa seja adquirida por outra ou tenha um desempenho surpreendente, não há limite para a valorização de suas ações. Como o investidor está na ponta devedora, teoricamente não haverá limite para seu prejuízo.

O que é o leilão?

As ofertas de compra e venda de um ativo ficam agrupadas no livro de ofertas, é a listagem das ofertas que indica a quantidade, preço e o nome da corretora. Na esquerda fica a ponta compradora e na direita a ponta vendedora. Mantenha o hábito de acompanhar o livro de ofertas, pois ele é o resumo do leilão em tempo real.

Exemplo do livro de oferta da VALE5, para a compra a melhor ordem de venda é de 2.100 ações a R$ 43,63 e para a venda, a melhor ordem de compra é de 5.000 ações a R$ 43,53.

O preço do ativo é formado pelos investidores que, dando ordens de compra ou de venda às corretoras, estabelecem o fluxo de oferta e procura, fazendo com que se estabeleça o preço do ativo. A maior ou menor oferta/procura por determinado ativo,  influencia o processo de valorização ou desvalorização, que geralmente está relacionado ao comportamento histórico dos preços, à atuação dos investidores institucionais e, principalmente, às perspectivas futuras com relação à economia e ao desempenho da empresa. No mercado de ações tais perspectivas podem ser influenciadas por notícias sobre o setor no qual a empresa atua, divulgação do balanço da empresa (com dados favoráveis ou desfavoráveis), notícias sobre fusão de companhias, e muitas outros fatos relevantes que possam afetar o desempenho da empresa emissora da ação.

Tipos de Ordens

Ordem a mercado – É executada ao melhor preço oferecido no momento em que é recebida, mais comum para vendas (execução imediata / risco de preço ruim). Neste tipo de ordem só é especificado a quantidade do ativo, o investidor não define o preço de entrada. A ordem é executada imediatamente no preço da melhor oferta.

Ordem limitada – O investidor especifica a quantidade e o preço. A operação será executada por um preço igual ou melhor que o indicado pelo investidor. Mesmo que o mercado atinja o preço da ordem, não há garantia de que ela será totalmente executada.

Ordem Administrada – São operações realizadas via mesa de operação, o investidor especifica somente a quantidade e o tipo do ativo que deseja comprar ou vender. A execução da ordem ficará a critério da corretora.

Ordem de Stop – Instrui a corretora a encerar uma operação no mercado quando um determinado preço for atingido. Parte do pressuposto de que o investidor está com uma posição aberta em algum ativo. Caso o valor de sua cotação atinja um valor determinado pelo investidor, uma ordem é lançada no mercado para encerrar sua posição no ativo, podendo ser uma ordem de compra ou de venda, cujo valor  é preestabelecido.

Ordem de Start – Instrui a corretora a iniciar uma operação no mercado quando um determinado preço for atingido. Parte do pressuposto de que o investidor está líquido, não está com uma posição aberta no ativo (está fora do mercado). Caso o valor da cotação do ativo atinja um valor determinado pelo investidor, uma ordem é lançada no mercado para abrir uma posição no ativo, podendo ser uma ordem de compra ou de venda, cujo valor é preestabelecido.

“O indivíduo que quiser ser vitorioso na luta contra os gigantes deve cultivar a paciência e controlar a ganância. Lembre-se, seu objetivo é operar bem ao invés de operar sempre”.

Alexander Elder

Além de artigos retratando os principais fatores emocionais e psicológicos que influenciam o comportamento do mercado e do investidor o site MercadoReal disponibiliza também conteúdos que abrangem a análise técnica e fundamentalista para investimento no mercado de capitais, assim como as diversas estratégias de investimento em renda fixa e variável, tais como o mercado a termo, aluguel de ações, mercado futuro e de opções.

Adquira já por R$ 19,50 todo o CONTEÚDO EXCLUSIVO dos módulos de Análise Técnica, Estratégias de Investimentos e o NOVO módulo de Análise Fundamentalista no Ebook Capital e Valor nos formatos Kindle, PDF e EpubClique aqui para maiores informações!